Marketing educacional: propostas e desafios para uma instituição de educação básica

Autores

  • Fabrício Forcato dos Santos
  • Rosebelly Nunes Marques

DOI:

https://doi.org/10.22167/2675-441X-20210592

Palavras-chave:

planejamento educacional, estratégia de mercado, competitividade

Resumo

Tendo em vista o crescimento do número de empresas particulares atuantes na área da Educação, especialmente na educação básica, as ações de marketing realizadas nesse segmento são instrumentos importantes no que diz respeito ao posicionamento e competitividade no mercado. O objetivo deste trabalho, dessa forma, foi o de discutir os aspectos promoção, pessoas e evidências físicas do composto de marketing de uma instituição privada de educação básica e propor algumas estratégias dentro do marketing educacional. Para tanto, foram utilizados dados provenientes de pesquisas de satisfação e de relatórios internos sobre retenção e captação de novos clientes por parte da unidade educativa. As informações mostraram que, em decorrência das características particulares dos serviços, a instituição pode adotar medidas que não impactam profundamente seu planejamento e que possibilitam ampliar o grau de satisfação da sua clientela com consequente aumento da fidelização.

Referências

Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação. 2010. Perfil Econômico da Regional Matriz. Disponível em: <http://www.agencia.curitiba.pr.gov.br/arquivos/regionais/perfil-economico-regional-matriz.pdf>. Acesso em: fev. 18, 2019.

Benini, K.; Scheid, E. 2013. Fatores influenciadores no processo de decisão na escolha da escola de ensino particular. Revistas Destaques Acadêmicos, 1. Disponível em: <http://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/259/255>. Acesso em: mar. 24, 2019.

Bertolla, F.L.; Eckert, A.; Dorion, E.C.H.; Nodari, C.H. 2015. Capital intelectual como recurso na retenção de clientes. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 9. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/283016932_Capital_intelectual_como_recurso_na_retencao_de_clientes_INTELLECTUAL_CAPITAL_AS_A_RESOURCE_IN_CUSTOMER_RETENTION>. Acesso em: mar. 12, 2019.

Carneiro, M.M.C. 2015. Marketing educacional: Um estudo comparativo das atividades de marketing. Tese de Doutorado em Administração. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, SP, BR. Disponível em: <https://teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-22022016-130911/publico/CorrigidaMartaMaria.pdf>. Acesso em: 25 jan. 2019.

Couto, A.F. 2015. Satisfação e Lealdade de Clientes: Índice NPS. Monografia - Pós-Graduação em Pesquisa de Mercado Aplicada em Comunicações. Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, SP, Brasil. Disponível em: <http://www2.eca.usp.br/pospesquisa/monografias/Amanda%20Falchetti%20Couto.pdf>. Acesso em: 11 nov. 2018.

Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná [Fecomércio-PR]. 2019. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor. Disponível em: <https://www.fecomerciopr.com.br/sala-de-imprensa/noticia/parana-tem-90-das-familias-com-algum-tipo-de-divida/>. Acesso em: mar. 22, 2019.

Heskett, J.L.; Jones, T.O.; Loveman, G.M.; Sasser Jr., E.; Schlesinger, L.A. 2008. Putting the Service-Profit Chain to Work. Disponível em: <https://hbr.org/2008/07/putting-the-service-profit-chain-to-work>. Acesso em: maio 16, 2019.

Kotler, P.; Fox, K.F. 1994. Marketing estratégico para instituições educacionais. Atlas, São Paulo, SP, Brasil.

Kotler, P.; Hayes, T.; Bloom, P.N. 2002. Marketing de Serviços profissionais: Estratégias inovadoras para impulsionar sua atividade, sua imagem e seus lucros. 2ed. Manoele, São Paulo, SP, Brasil.

Las Casas, A.L. 2012. Marketing de Serviços. 6ed. Atlas, São Paulo, SP, Brasil.

Lovelock, C.; Wirtz, J. 2006. Marketing de serviços: pessoas, tecnologia e resultados. 5ed. Pearson Prentice Hall, São Paulo, SP, Brasil.

Machado, D.S. 2009. Filosofia Institucional: Missão – Visão – Valores do sistema de bibliotecas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Monografia - Especialização em gestão de bibliotecas universitárias. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/18488/000730113.pdf> Acesso em: mar. 5, 2019.

Nannetti, M.A.; Mesquita, J.M.C.; Teixeira, L.A.A. 2015. A relação entre a satisfação dos funcionários e a satisfação dos clientes: estudo nas empresas de software do município de Belo Horizonte. Revista de Administração, 50: 56-72. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0080-21072015000100005&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: dez. 2, 2018.

Nguyen, N.; LeBlanc, G. 2001. Image and reputation of higher education institutions in student’s retention decisions. International Journal of Education Management, 15(6): 303-311. doi: 10.1108/EUM0000000005909.

Scott, C.; Jaffe, D.T.; Tobe, G.R. 1998. Visão, Valores e Missão Organizacional: construindo a organização do futuro. Qualitymark, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Yanaze, M.H. 2011. Gestão de marketing e comunicação: avanços e aplicações. 2ed. Editora Saraiva, São Paulo, SP, Brasil.

Downloads

Publicado

21-12-2021

Como Citar

Santos, F. F. dos ., & Marques, R. N. (2021). Marketing educacional: propostas e desafios para uma instituição de educação básica. Quaestum, 2, 1–18. https://doi.org/10.22167/2675-441X-20210592

Edição

Seção

Artigos