Estatística como ferramenta para mitigar o risco de preço sobre o hedge de boi gordo

  • Thales de Lima Silva
  • Ana Flávia Gouveia de Faria
Palavras-chave: base, boi gordo, hedge

Resumo

O objetivo deste trabalho foi demonstrar a utilização da estatística como ferramenta para minimizar o risco em operações de hedge de boi gordo, tendo como base a série histórica de preços na cidade de Itapetinga no estado da Bahia. Os preços no mercado futuro foram obtidos junto ao Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada [CEPEA] Esalq/USP. Os preços do mercado físico foram levantados junto a Secretária da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura [SEAGRI-BA]. Foi calculada a correlação entre os preços nos mercados físico e futuro com o objetivo de saber o quanto a variação de um acompanha a variação do outro. Foram calculadas as bases para todos os dias do período de tempo em análise, em seguida foram encontrados a média e o desvio padrão da base. Encontrado o risco de base das operações de hedge, tendo como referência a tabela da distribuição normal-padrão, foram simulados contratos de compra e venda diariamente no período de um ano, utilizando o conceito de custo de base para determinar o preço objetivo, aumentando a segurança nas operações. Sugeriu-se na prática encerrar algumas posições e assumir outras à medida que o mercado se movimenta a favor ou contra a posição do hedge. Desta forma, estratégias hedge em mercados futuros se mostram como excelentes opções para se precaver contra a variação de preços de boi gordo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne [ABIEC]. 2015. Associados. Disponível em: <http://www.abiec.com.br/mapadasplantas.asp>. Acesso em: 09 abr. 2015.

Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros [BM&FBOVESPA]. 2015. Relatório Mensal de Commodities da BM&FBOVESPA Mar-15. Disponível em: <http://www.bmfbovespa. com.br/pt-br/mercados/download/Relatorios-AgropecuariosMensal-VersaoNova.pdf>. Acesso em: 09 abr. 2015.

Burgi, R. 2011. Viabilidade Econômica do Confinamento. In: 26º Simpósio sobre Manejo da Pastagem, 2011, Piracicaba. Anais do 26º Simpósio sobre Manejo da Pastagem. p. 51-69.

Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada [CEPEA]. 2015. Indicador Boi ESALQ/BM&FBovespa. Disponível em: <http://cepea.esalq.usp.br/boi/#>. Acesso em: 15 fev. 2015.

Fontes, R.E.; Castro Junior, L.G.; Azevedo, A.F. 2005. Estratégia de Comercialização em Mercados Derivativos - Descobrimento de Base e Risco de Base da Cafeicultura em Diversas Localidades de Minas Gerais e São Paulo. Ciência e Agrotecnologia. 29(2): 382-389.

Futures Industry Institute. 1998. Curso de Futuros e Opções. São Paulo: Bolsa de Mercadorias & Futuros / Cultura Editores Associados. 258p.

Hull, J.C. 2008. Options, futures and other derivatives. New Jersey: Pearson Prentice Hall. 814 p.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [IBGE]. 2015. Pesquisa Pecuária Municipal. Disponível em: . Acesso em: 09 abr. 2015.

Marques, P.V.; Mello, P.C.; Martines Filho, J.G. 2006. Mercados Futuros e de Opções Agropecuárias. Piracicaba: Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Esalq/USP, Série Didática nº D-129.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento [MAPA]. 2015a. Quantidade de Abate Estadual por Ano/Espécie. Disponível em: <http://sigsif.agricultura.gov.br/sigsif _cons/!ap_abate_estaduais_cons?p_select=SIM>. Acesso em: 09 abr. 2015.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento [MAPA]. 2015b. Relação de Estabelecimentos. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/animal/frigorificos>. Acesso em: 09 abr. 2015.

Oliveira Neto, O.J.; Figueiredo, R.S. 2008. Análise das Operações de Hedge do Boi Gordo no Mercado Futuro da Bm&F para o Estado de Goiás. Revista Gestão e Planejamento. 9 (1), 77-93.

Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura do Estado da Bahia [SEAGRI-BA]. 2015. Cotação Agrícola. Disponível em: <http://www.seagri.ba.gov.br/ content/cotacao-seagri>. Acesso em: 15 fev. 2015.

Walpole, R.E., Myers, R.H., Myers, S.L. and Ye, K., 2011. Probability and statistics for engineers and scientists. New York: Pearson Prentice Hall. 816 p.

Publicado
06-04-2016
Como Citar
Silva, T., & Faria, A. F. (2016). Estatística como ferramenta para mitigar o risco de preço sobre o hedge de boi gordo. Revista IPecege, 2(1), 40-56. https://doi.org/10.22167/r.ipecege.2016.1.40
Seção
Artigo Original - Agronegócio